ESTE PRODUTO É MANIPULADO EM CÁPSULAS VEGETAIS Descrição / Benefícios: As vitaminas do Complexo B desencadeiam uma série de nutrientes que obtemos a partir da alimentação diária e que participam de inúmeros processos importantes em nosso corpo, como formação de células musculares e apoio aos sistemas digestivo e nervoso. Quem treina com regularidade deve estar ainda mais atento aos benefícios das vitaminas do complexo B, pois a atividade física intensa aumenta a necessidade de nutrientes que serão utilizados para a regeneração e crescimento muscular. Sendo uma das principais funções das vitaminas do complexo B a conversão dos alimentos em energia, a falta desses nutrientes pode significar tanto uma queda na disposição durante o treino como também uma maior dificuldade de ganhar massa muscular. Benefícios: Além de atuar na conversão dos carboidratos e gorduras em energia, outras funções das vitaminas do Complexo B incluem a participação na síntese de novas proteínas, apoio ao sistema imunológico e digestivo, manutenção da saúde dos sistemas neurológico e muscular, e participação no crescimento celular. As vitaminas do Complexo B também contribuem para a manutenção da saúde da pele, unhas e cabelos.- Citação Mundo Boa Forma 1. Tiamina Também conhecida como B1, a tiamina ajuda o corpo a metabolizar as proteínas, gorduras e carboidratos, além de ter um papel fundamental em diversos processos metabólicos que contribuem para a manutenção do equilíbrio do corpo, como a digestão adequada dos alimentos e a tonicidade muscular. Uma das principais funções da tiamina é atuar no processo de conversão de carboidratos e açúcares em energia. Ou seja, transformar a batata doce do pré-treino em combustível para os exercícios. 2. Riboflavina Uma das principais funções da vitamina B2 é converter os alimentos em energia, tornando-a disponível para o metabolismo e permitindo a chegada de combustível nos músculos. A riboflavina ainda apresenta atividade antioxidante e atua na produção de hemácias. Estudos sugerem que a suplementação com vitamina B2 pode auxiliar na prevenção de crises de enxaqueca. 3. Niacina Assim como grande parte dos benefícios das vitaminas do complexo B, uma das principais funções da niacina – como é conhecida a vitamina B3 – é auxiliar na conversão dos alimentos em energia. A vitamina B3 permite que as gorduras e carboidratos sejam transformados em combustíveis para as células. Um dos principais benefícios da Vitamina B3 é atuar nos níveis de colesterol, contribuindo para elevar a concentração de HLD (o bom colesterol) na circulação. A niacina também contribui para a formação e manutenção das células do sistema nervoso e sanguíneo. Níveis adequados de niacina também são fundamentais para o bom funcionamento dos sistemas digestivo e nervoso. 4. Ácido Pantotênico B5 Para quem pratica musculação com regularidade, a vitamina B5 pode ser uma das mais importantes de todo o complexo B, já que além de atuar no metabolismo dos carboidratos e gorduras, o ácido pantotênico também é responsável pela produção de hormônios do estresse e sexuais – entre eles a testosterona. E a boa notícia é que pequenas quantidades de ácido pantotênico podem ser encontradas em todos os grupos alimentares, não havendo necessidade de suplementação da vitamina – desde que sua alimentação seja balanceada, é claro. 5. Piridoxina ou B6 Em conjunto com outras vitaminas do complexo B (cobalamina e folato), a piridoxina contribui para a regulação dos níveis de homocisteína, um aminoácido que está diretamente ligado com as doenças cardíacas. E além de atuar na quebra de proteínas, a B6 ainda contribui para o fortalecimento do sistema imunológico. Os benefícios das vitaminas do complexo B são muito válidos para quem está de olho na boa forma, e a vitamina B6 contribui nisso porque está envolvida na produção e armazenamento de gordura e hormônios, além de afetar os padrões de sono e humor. Níveis adequados de B6 são necessários para a produção de serotonina, um neurotransmissor que está associado ao bem estar e pode afetar a vontade de comer doces e carboidratos. Pesquisas recentes sugerem ainda que a vitamina B 6 possa ter um papel anti-inflamatório (inclusive para quem sobre com artrite reumatoide), benefício interessante para quem está acima do peso, já que as inflamações podem causar retenção de água e elevação do ponteiro da balança. 6. Biotina B7 Também conhecida como “vitamina da beleza” pela sua associação com a saúde da pele, unhas e cabelos, a biotina tem papel de destaque no controle da glicemia sanguínea, sendo ainda indispensável na gravidez, onde está envolvida no desenvolvimento saudável do bebê. 7. Folato ou B9 Embora seja mais conhecida como “vitamina das gestantes”, o folato (ou ácido fólico) é necessário para o metabolismo, uma vez que está envolvido na produção de células sanguíneas e também pode controlar os níveis de homocisteína, reduzindo os riscos de problemas cardíacos. Outros benefícios da vitamina B9 são a prevenção da perda de memória e do surgimento da depressão crônica. 8. B12 Uma das principais características da Vitamina B12 – ou cobalamina – é a sua capacidade de se juntar a outras vitaminas para desempenhar diferentes funções no metabolismo. Em conjunto com a B9, a cobalamina atua na produção de hemácias e hemoglobina, a proteína que transporta oxigênio (daí sua importância para quem pratica atividade física, já que a B12 contribui para a chegada de mais oxigênio para as células musculares, acelerando a regeneração e o crescimento da musculatura). Como a B12 só pode ser encontrada em produtos de origem animal, sua deficiência é relativamente comum em dietas que eliminam o consumo de carne, ovos e laticínios e que não são acompanhadas de suplementação. “Consumir este produto conforme recomendação da ingestão constante na embalagem.” “Gestantes, nutrizes e crianças até 3 (três) anos somente devem consumir este produto sob orientação de nutricionista e/ou médico.” “O Ministério da saúde adverte: Não existem evidências científicas comprovadas de que este produto previna, trate ou cure doenças”. NÃO CONTEM GLÚTEN Recomendação de Uso: Conforme prescrição do profissional da saúde e/ou vide rótulo. Produto dispensado de registro de acordo com a resolução RDC número 27.

Vitamina B12 - Complexo B 60cápsulas

R$34,90
Vitamina B12 - Complexo B 60cápsulas R$34,90
Entregas para o CEP:

Meios de envio

ESTE PRODUTO É MANIPULADO EM CÁPSULAS VEGETAIS Descrição / Benefícios: As vitaminas do Complexo B desencadeiam uma série de nutrientes que obtemos a partir da alimentação diária e que participam de inúmeros processos importantes em nosso corpo, como formação de células musculares e apoio aos sistemas digestivo e nervoso. Quem treina com regularidade deve estar ainda mais atento aos benefícios das vitaminas do complexo B, pois a atividade física intensa aumenta a necessidade de nutrientes que serão utilizados para a regeneração e crescimento muscular. Sendo uma das principais funções das vitaminas do complexo B a conversão dos alimentos em energia, a falta desses nutrientes pode significar tanto uma queda na disposição durante o treino como também uma maior dificuldade de ganhar massa muscular. Benefícios: Além de atuar na conversão dos carboidratos e gorduras em energia, outras funções das vitaminas do Complexo B incluem a participação na síntese de novas proteínas, apoio ao sistema imunológico e digestivo, manutenção da saúde dos sistemas neurológico e muscular, e participação no crescimento celular. As vitaminas do Complexo B também contribuem para a manutenção da saúde da pele, unhas e cabelos.- Citação Mundo Boa Forma 1. Tiamina Também conhecida como B1, a tiamina ajuda o corpo a metabolizar as proteínas, gorduras e carboidratos, além de ter um papel fundamental em diversos processos metabólicos que contribuem para a manutenção do equilíbrio do corpo, como a digestão adequada dos alimentos e a tonicidade muscular. Uma das principais funções da tiamina é atuar no processo de conversão de carboidratos e açúcares em energia. Ou seja, transformar a batata doce do pré-treino em combustível para os exercícios. 2. Riboflavina Uma das principais funções da vitamina B2 é converter os alimentos em energia, tornando-a disponível para o metabolismo e permitindo a chegada de combustível nos músculos. A riboflavina ainda apresenta atividade antioxidante e atua na produção de hemácias. Estudos sugerem que a suplementação com vitamina B2 pode auxiliar na prevenção de crises de enxaqueca. 3. Niacina Assim como grande parte dos benefícios das vitaminas do complexo B, uma das principais funções da niacina – como é conhecida a vitamina B3 – é auxiliar na conversão dos alimentos em energia. A vitamina B3 permite que as gorduras e carboidratos sejam transformados em combustíveis para as células. Um dos principais benefícios da Vitamina B3 é atuar nos níveis de colesterol, contribuindo para elevar a concentração de HLD (o bom colesterol) na circulação. A niacina também contribui para a formação e manutenção das células do sistema nervoso e sanguíneo. Níveis adequados de niacina também são fundamentais para o bom funcionamento dos sistemas digestivo e nervoso. 4. Ácido Pantotênico B5 Para quem pratica musculação com regularidade, a vitamina B5 pode ser uma das mais importantes de todo o complexo B, já que além de atuar no metabolismo dos carboidratos e gorduras, o ácido pantotênico também é responsável pela produção de hormônios do estresse e sexuais – entre eles a testosterona. E a boa notícia é que pequenas quantidades de ácido pantotênico podem ser encontradas em todos os grupos alimentares, não havendo necessidade de suplementação da vitamina – desde que sua alimentação seja balanceada, é claro. 5. Piridoxina ou B6 Em conjunto com outras vitaminas do complexo B (cobalamina e folato), a piridoxina contribui para a regulação dos níveis de homocisteína, um aminoácido que está diretamente ligado com as doenças cardíacas. E além de atuar na quebra de proteínas, a B6 ainda contribui para o fortalecimento do sistema imunológico. Os benefícios das vitaminas do complexo B são muito válidos para quem está de olho na boa forma, e a vitamina B6 contribui nisso porque está envolvida na produção e armazenamento de gordura e hormônios, além de afetar os padrões de sono e humor. Níveis adequados de B6 são necessários para a produção de serotonina, um neurotransmissor que está associado ao bem estar e pode afetar a vontade de comer doces e carboidratos. Pesquisas recentes sugerem ainda que a vitamina B 6 possa ter um papel anti-inflamatório (inclusive para quem sobre com artrite reumatoide), benefício interessante para quem está acima do peso, já que as inflamações podem causar retenção de água e elevação do ponteiro da balança. 6. Biotina B7 Também conhecida como “vitamina da beleza” pela sua associação com a saúde da pele, unhas e cabelos, a biotina tem papel de destaque no controle da glicemia sanguínea, sendo ainda indispensável na gravidez, onde está envolvida no desenvolvimento saudável do bebê. 7. Folato ou B9 Embora seja mais conhecida como “vitamina das gestantes”, o folato (ou ácido fólico) é necessário para o metabolismo, uma vez que está envolvido na produção de células sanguíneas e também pode controlar os níveis de homocisteína, reduzindo os riscos de problemas cardíacos. Outros benefícios da vitamina B9 são a prevenção da perda de memória e do surgimento da depressão crônica. 8. B12 Uma das principais características da Vitamina B12 – ou cobalamina – é a sua capacidade de se juntar a outras vitaminas para desempenhar diferentes funções no metabolismo. Em conjunto com a B9, a cobalamina atua na produção de hemácias e hemoglobina, a proteína que transporta oxigênio (daí sua importância para quem pratica atividade física, já que a B12 contribui para a chegada de mais oxigênio para as células musculares, acelerando a regeneração e o crescimento da musculatura). Como a B12 só pode ser encontrada em produtos de origem animal, sua deficiência é relativamente comum em dietas que eliminam o consumo de carne, ovos e laticínios e que não são acompanhadas de suplementação. “Consumir este produto conforme recomendação da ingestão constante na embalagem.” “Gestantes, nutrizes e crianças até 3 (três) anos somente devem consumir este produto sob orientação de nutricionista e/ou médico.” “O Ministério da saúde adverte: Não existem evidências científicas comprovadas de que este produto previna, trate ou cure doenças”. NÃO CONTEM GLÚTEN Recomendação de Uso: Conforme prescrição do profissional da saúde e/ou vide rótulo. Produto dispensado de registro de acordo com a resolução RDC número 27.